Há registros de lobos-guará na Amazônia e isso não é nada bom

Um estudo da Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat) e do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) apontou registros inéditos do lobo-guará na Amazônia e isso não é nada bom! Entenda o porquê:


Sendo o maior canídeo da América do Sul, o lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) habita, principalmente, áreas abertas de Cerrado. A espécie pode ser encontrada também em áreas de transição com a Caatinga, o Pantanal e os campos no sul do País. Todavia, apesar de registros da espécie na Amazônia serem raros, uma pesquisa recente registrou 22 ocorrências do Guará na Amazônia nos últimos 25 anos; sendo 10 registros inéditos, expandindo a distribuição da espécie em 51 mil km².


Nos últimos 50 anos, a ocupação humana na Amazônia causou grandes modificações na paisagem natural, alterando a vegetação nativa por extensas monoculturas de grãos. Essas modificações estão proporcionando um ambiente acessível ao lobo-guará no bioma amazônico.


Além disso, outro fato que pode estar possibilitando essa expansão é a presença da fruta-do-lobo (Solanum lycocarpum) no bioma. A fruta-do-lobo é um dos principais recursos consumidos pelo Guará e é uma espécie pioneira de áreas desmatadas, sendo considerada invasora em ambientes como os florestais convertidos em pastagens.


Referências:


Silva-Diogo, Odair, Larissa Gabriela Araujo Goebel, Marco Rodrigo de Sousa, Almério Câmara Gusmão, Thatiane Martins da Costa, Anamélia de Souza Jesus, and Thiago Cavalcante. "Expansão da área de ocorrência do lobo-guará, Chrysocyon brachyurus (Carnivora, Canidae) no bioma Amazônico." Oecologia Australis 24, no. 4 (2020): 937.


Leitura complementar: https://uol.com.br/ecoa/colunas/noticias-da-floresta/2020/11/19/estudo-aponta-registro-inedito-do-lobo-guara-na-amazonia-e-isso-nao-e-bom.htm



363 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo