top of page

Transforme o Futuro: Inclua a Semana do Cerrado nas Escolas

Atualizado: 11 de jun.

Algumas perguntas que talvez rondem sua mente sobre a importância dos estudos sobre Cerrado na educação básica.


Garanta o direito das nossas crianças de conhecer o Cerrado e sua grande vida! Como essa anta, o maior mamífero terrestre do Brasil e o segundo maior da América do Sul. Foto por João Marcos Rosa.



Uma semana dedicada ao Cerrado não apenas amplia o conhecimento dos alunos sobre a biodiversidade brasileira, mas também os capacita a atuarem como defensores ativos do meio ambiente em suas vidas cotidianas.


Você sabia que é possível criar uma lei que determina a Semana do Cerrado no calendário das escolas públicas do Brasil?


Sim! É possível através da criação de projetos de lei!



E por que criar uma semana para o Cerrado?


Bem, além de uma rica biodiversidade de plantas e animais, o Bioma Cerrado abriga diversos povos e comunidades tradicionais, que incluem quilombolas, indígenas, agricultores familiares, que mantêm o Cerrado através das inúmeras tradições de convivência sustentável com a natureza. O Cerrado tem diversos codinomes: como berço das águas (por abrigar as nascentes dos principais rios brasileiros) ou floresta invertida (por causa das raízes profundas). Dentre os diversos tipos de formações de vegetação, o cerrado é composto principalmente por árvores baixas, arbustos espaçados e gramíneas. Como o segundo maior bioma em extensão, abrange 204 milhões de hectares (cerca de 2 milhões de quilômetros quadrados),  quase um quarto de toda a extensão territorial do Brasil.


Ele está presente em Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal, além dos encraves no Amapá, Roraima e Amazonas. Sua flora possui mais de 12 mil espécies de plantas, sendo 4,4 mil endêmicas, ou seja, exclusivas dessa região. Como é o caso do pequi, pau-terra, barbatimão, capim dourado, arnica do cerrado e da canela-de-ema. Já a fauna abriga cerca de 30% de toda a diversidade brasileira. São mais de 850 espécies de aves, 251 de mamíferos, 800 de peixes, 820 de abelhas, mais de 1 mil espécies de borboletas, 300 de formigas, 10 de mariposas, 158 espécies de serpentes e 209 de anfíbios.

Quanto mais conhecermos sobre o Cerrado, mais seremos capazes de cuidar desse bioma tão fascinante!



Por que criar uma lei?


O principal objetivo de uma lei desse porte seria promover a conscientização e a preservação do bioma Cerrado por meio da educação ambiental. Ao incluir a Semana do Cerrado no calendário letivo e realizar uma série de atividades educativas e culturais durante essa semana, o objetivo seria sensibilizar a comunidade sobre a importância desse bioma rico e diverso.


Além disso, a articulação entre instituições públicas, instituições privadas, entidades da sociedade civil e a formação de professores e servidores da Secretaria de Educação visam fortalecer a iniciativa, garantindo uma abordagem abrangente e eficaz no que diz respeito à educação ambiental e à promoção da preservação do Cerrado, além do desenvolvimento sustentável. 


A palavra "lei" deriva dos verbos latinos legere, que significa ler, e ligare, em português, ligar. Ou seja, são normas escritas que vinculam os cidadãos a uma determinada forma de agir. A existência das leis, no sentido jurídico da palavra, se justifica pela necessidade da criação de regras para manter a convivência harmônica na sociedade.


Considerada como primeiro instrumento do Estado Democrático de Direito, a lei sustenta os pilares e orienta os caminhos da democracia. A democracia valoriza o acesso à informação e a educação como meios de capacitar os cidadãos a participar ativamente na vida política e social. Uma lei de educação ambiental que aborda o Cerrado pode disseminar o conhecimento sobre a importância desse ecossistema, os desafios que enfrenta e as medidas que podem ser adotadas para protegê-lo. Especialmente das comunidades locais que dependem diretamente do bioma.


A democracia envolve, ainda, a prestação de contas dos governantes aos cidadãos. 


E a educação garante que o cidadão tenha ciência das responsabilidades governamentais, de modo que possa verificar suas ações (ou falta delas). Dessa forma, o principal objetivo seria criar uma base sólida de conscientização e engajamento da comunidade em relação à preservação do Cerrado, contribuindo para a conservação desse bioma tão importante para o país como um todo.



Do que trata o PL?


O Projeto de Lei (PL) dispõe sobre a inclusão da Semana do Cerrado no calendário escolar em Setembro, no qual é celebrado o Dia Nacional do Cerrado. A proposta busca a realização de atividades educativas e culturais a serem desenvolvidas pelas instituições de ensino que visam a construção de conhecimentos, o desenvolvimento de habilidades, atitudes e valores sociais, o cuidado com a comunidade de vida, a justiça e a equidade socioambiental, e a proteção e restauração do bioma Cerrado. 


O PL define que os conteúdos programáticos serão ministrados utilizando conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, evidenciando a transdisciplinaridade do tema. Além disso, prevê a realização de atividades pedagógicas e culturais nas instituições de ensino em prol do bioma Cerrado. O conteúdo visa conscientizar sobre as características e as especificidades do bioma Cerrado, promovendo o sentido de pertencimento e despertando o interesse pela conservação, preservação e cuidado com o meio ambiente. O intuito é, também, a promoção do respeito às particularidades territoriais de cada população em relação ao bioma Cerrado, considerando esses aspectos na elaboração das atividades pedagógicas e culturais. 


O PL busca a articulação entre as instituições públicas ligadas às áreas de meio ambiente, cultura, educação e comunicação, assim como incentiva à participação da comunidade e de entidades da sociedade civil que atuem em defesa do bioma Cerrado. Pontuando, ainda, a necessidade da promoção, por parte dos sistemas de ensino e das coordenações pedagógicas, de formações continuadas que incentivem o aprofundamento de estudos, para que os educadores concebam e desenvolvam as atividades a serem realizadas durante a Semana do Cerrado.



Qual a importância dos alunos terem uma semana do Cerrado?


Uma semana dedicada ao estudo e imersão no bioma Cerrado é fundamental para os alunos entenderem a riqueza e a fragilidade desse ecossistema tão emblemático. O Cerrado, considerado o segundo maior bioma da América do Sul, abriga uma biodiversidade única e desempenha um papel crucial na regulação do clima e na preservação dos recursos hídricos. Ao proporcionar aos alunos essa experiência no ensino fundamental, pode se tornar uma inspiração para engajarem em práticas de conservação e sustentabilidade em suas comunidades. Ao conhecerem de perto a diversidade de fauna e flora, assim como os desafios enfrentados pelo Cerrado devido à expansão agrícola e urbana, os estudantes podem se tornar agentes de mudança, promovendo ações que contribuam para a preservação desse ecossistema tão valioso. 


Dessa forma, uma semana dedicada ao Cerrado não apenas amplia o conhecimento dos alunos sobre a biodiversidade brasileira, mas também os capacita a atuarem como defensores ativos do meio ambiente em suas vidas cotidianas.


Compartilhe a informação!

Saiba mais sobre essa iniciativa neste documento:


Folder - Factsheet do PL
.pdf
Fazer download de PDF • 47.35MB


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page